Saiba Como Aprender Português Desde o Início

Atualizado: Abr 2

Professora Teresa Cristina


Sempre me perguntei por que razões as pessoas estudam a Língua Portuguesa anos a fio, saem do Ensino Médio e até ingressam em uma universidade sem saber escrever bem.

Só obtive a resposta quando comecei a ministrar aulas e, ao ver a dificuldade dos alunos, vi que estava tudo errado.


Depois de anos, descobri também que é preciso ter muita paciência e força de vontade.


Muitos querem aprender a fazer análise sintática sem ter o mínimo de conhecimento das classes gramaticais.


Ou seja, estavam enxugando gelo, como se diz por aí.


Por isso, se você quer aprender Português, ou quer retomar seus estudos, é imprescindível que saiba qual é a sequência correta para iniciar.

Vamos lá?


Em PRIMEIRO LUGAR, é importante saber que existe uma lógica gramatical e, a partir do momento em que você segue a sequência correta, você vai entendendo essa lógica.


Pois bem, para começar seus estudos, comece pela parte da FONÉTICA, o estudo da pronúncia das palavras.

Nessa parte, você aprenderá:

  • os encontros vocálicos (ditongos, tritongos e hiatos),

  • os encontros consonantais, e

  • os dígrafos.

Saber isso é essencial para:

  • Fazer a correta separação silábica,

  • Aprender a acentuação das palavras,

Para aprender a acentuar é necessário pronunciar as palavras corretamente, pois ajuda a distinguir a sílaba tônica, que é a sílaba pronunciada de forma mais forte na palavra e, também poder usar as regras de acentuação que dependem da posição da sílaba tônica em cada palavra.


Bem, depois de estudar a Fonética, passe para a SEMÂNTICA, que trata da significação das palavras, expressões e enunciados que constituem os textos.

Nessa parte, estude:

  • as PALAVRAS SINÔNIMAS, vocábulos que em determinado contexto possuem significado igual ou semelhante.

Exemplos: A ausência a uma das provas exclui o candidato do concurso.

A falta a uma das provas elimina o candidato do concurso.


As palavras (ausência e falta) formam um par de sinônimos.

As palavras (exclui e elimina) formam outro par de sinônimos.


  • as PALAVRAS ANTÔNIMAS, que têm significados opostos.

Exemplos: ganhar - perder, forte - fraco, corajoso - covarde, ligar - desligar.


  • as PALAVRAS HOMÔNIMAS, são aquelas que têm algum ponto em comum, ou a grafia ou a pronúncia, mas possuem significados diferentes.

Exemplo: Molho

A palavra "molho", com o timbre fechado, significa um caldo, um

sumo, como em molho de tomate.


A palavra "molho" com o timbre aberto (mólho), indica o verbo molhar

na primeira pessoa do presente do indicativo, como em "Eu molho

(mólho) as plantas".


Pode significar também um substantivo coletivo, como em "molho

(mólho) de chaves".


É isso mesmo, é (mólho) de chaves, com o timbre aberto, assim como

existe molho (mólho) de couve, de cebolinha, de varetas, tudo que vier

amarrado é um molho (mólho).

  • as PALAVRAS POLISSÊMICAS, são aquelas cujo significado depende do contexto.

Exemplo:

a) A letra da canção "As Rosas não Falam" é muito bonita.

b) A letra daquele médico é incompreensível.

c) Meu nome começa com a letra T.

Nesse casos vemos que a palavra "letra" é um termo polissêmico, porque possui significados distintos em cada frase. Assim:

  • Na frase (a), a palavra é utilizada como "música, canção".

  • Na (b) significa "caligrafia".

  • Já na oração (c) indica a "letra do alfabeto".

Apesar dos muitos significados, todos se relacionam com a ideia de escrita.


Bem, após a Fonética e a Semântica, passe para o estudo da MORFOLOGIA, que é o estudo da estrutura, formação e classificação das palavras.

Comece os estudos pela:

  • estrutura das palavras.

  • os radicais.

  • os prefixos.

  • os sufixos e outras partes que estruturam as palavras, '

É nessa parte que realmente começamos a estudar os verbos, pois assim que você entender a estrutura dos verbos, tudo ficará mais lógico.


Depois passe para:

  • a formação das palavras e para o estudo das classes gramaticais, que são importantes e a base para podermos aprender a sintaxe.

Meu conselho é que, se você que iniciar uma revisão, comece:

  • pelas classes de palavras invariáveis (os advérbios, as preposições, as conjunções e as interjeições).

  • Depois passe para as classes gramaticais variáveis ( os substantivos, adjetivos, verbos, pronomes, numerais e artigos).


Não subestime o estudo das CLASSES DE PALAVRAS, pois é a partir desse conhecimento que você aprenderá a relação lógica entre elas e é isso que levará você a entender a parte mais complexa da língua Portuguesa, a SINTAXE.


Na SINTAXE, você aprenderá como as palavras e orações se articulam, comunicam-se e fluem entre si.

Aqui você vai estudar:

  • os termos da oração (sujeito, predicado, complementos verbais, nominais, etc.),

  • os período simples e compostos,

  • a sintaxe de regência nominal e verbal, ou seja, a preposição pedida por verbos e nomes,

  • a sintaxe de concordância nominal e verbal,

  • a sintaxe de colocação pronominal.


Sabendo a SINTAXE, você estará apto para aprender:


A PONTUAÇÃO, uma vez que a pontuação está ligada ao esquema sintático.

Também é com o estudo da SINTAXE, que você aprenderá:


A CRASE, e o uso das palavras "QUE" e "SE", que causam tanta confusão no entendimento.

Só depois da Fonética, da Semântica, da Morfologia e da Sintaxe, é que você deve estudar


A ESTILÍSTICA, parte que trata das figuras de linguagem e da versificação, por isso é uma parte mais subjetiva.

Resumindo:


Estude primeiro a Fonética, depois a Semântica, a Morfologia, a Sintaxe e, por último, a Estilística.


Ah! Professora, a senhora não falou da ORTOGRAFIA!


A ORTOGRAFIA você aprende logo na alfabetização e, à medida que você obtiver o hábito da leitura, a sua grafia das palavras vai melhorando.


O que você precisa fazer agora é estudar o NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO, pois isso ajudará em seu aprendizado.

É muita coisa, não é?


Mas não é impossível de aprender!


Talvez você tenha dificuldade hoje porque não estudou na ordem correta, ou passou de uma parte para outra sem ter bom conhecimento.


Por exemplo, se você tiver problema na parte de morfologia, principalmente, no estudo das classes gramaticais, ficará difícil entender a sintaxe.


Mas fique calmo, desarme-se contra a Língua Portuguesa, o importante é ter paciência e ir aprendendo aos poucos.

Pense que ninguém nasceu sabendo é que o bom da vida é ir aprendendo um pouco a cada dia.


Eu estou aqui para ajudar você.

Agora que você aprendeu a sequência correta para aprender português do INÍCIO, reavalie seu aprendizado e, se for preciso, comece tudo de novo.


Acesse o vídeo sobre o assunto tratado: Saiba como aprender Português desde o início.

5 comentários